Skip to content

Para que serve a gestão financeira?

A gestão financeira mantém os gastos de uma empresa equilibrados em relação aos seus ganhos, possibilitando que ela opere de forma lucrativa.

 

É claro, não vamos nos prender apenas na teoria: nem todas as empresas operam no lucro.

Mas é justamente pela falta de uma boa gestão financeira que muitas delas não conseguem se reerguer. Um problema abrangente, mas que atinge principalmente as PMEs.

Não por menos, de acordo com dados do Serasa Experian, 94,2% dos endividados são os micros e pequenos negócios. Para reverter esse cenário, uma das boas soluções é o foco na gestão financeira.

É através dela que é possível arquitetar os caminhos para que um negócio opere no azul, favorecendo sua saúde financeira e possibilitando o crescimento.

 

Agora, como fazer?

Gestão Financeira

São 4 os pilares que consideram-se como principais no processo organizacional financeiro:

                                        Planejar

Ao planejar, a empresa deve definir resultados a serem alcançados, levando em conta fatores diversos. 

Entre os principais, vale mencionar a análise da situação financeira, identificação de oportunidades de investimento e otimização de recursos.

 

Durante o planejamento, as empresas avaliam como as metas podem ser concretizadas, bem como traçam planos para cenários adversos. É esse olhar para as possíveis emergências, como uma crise, que pode salvar o negócio. Uma coisa que nem todas as empresas tiveram.

 

Afinal, a dívida das empresas mais atingidas pela pandemia em 2020 somou cerca de R$ 900 bilhões, conforme diz a Agência Brasil.

                                         Controlar

Quando se fala do controle financeiro, é sobre a verificação da execução dos processos.

Ao controlar de forma concisa as operações, é possível ter em mãos suas práticas e mais importante os seus resultados.

Assim, você consegue desenvolver ações de correção de forma ágil e com caráter corretivo e/ou preventivo, evitando erros ou retrabalhos.

Mas atenção, abrindo um parêntesis aqui:

 

É importante separar o controle das execuções de gestão financeira com o controle de contas.

Esse último é um processo dentro da estratégia, vital para administrar gastos e manter o fluxo de caixa equilibrado.

 

                                          Analisar

Como qualquer metodologia que preza pela eficiência, uma boa gestão financeira deve ter a análise envolvida em suas etapas.

Aqui, falamos de uma forma geral:

Análise de dados para melhorar processos e análise de resultados, buscando oportunidades para otimizar as entregas.

Ou seja, uma ação que complementa o planejamento e faz parte de um bom controle da gestão financeira.

 

                                           Investir

A gestão financeira é uma metodologia muito analítica, certo?

 

E no que diz respeito aos investimentos, ela também deve se basear em dados. 

Afinal, cada investimento deve trazer um resultado mensurável, contribuindo com a saúde financeira do negócio.

 

Na gestão financeira, investir é encarado como uma ação estratégica e leva em conta a compra de ativos, contratações, aquisições, entre outras operações.

 

Benefícios

A contabilidade digital custa em torno de R$ 350,00 e inclui contabilidade completa, folha de pagamento, planejamento tributário, assessoria financeira e muito mais.

Precisando abrir empresa
ou migrar de contabilidade?


Entraremos em contato
muito em breve !